Exposição “Índios Korubo – Vale do Javari”

Organizada pela Câmara de Populações Indígenas e Comunidades Tradicionais do Ministério Público Federal (6CCR/MPF), a exposição reúne imagens de autoria do fotógrafo Sebastião Salgado, retratando indígenas de recente contato.

Ao todo, são 15 fotografias produzidas entre setembro e outubro de 2017. As imagens revelam os korubo em situações do dia a dia e posando no estúdio montado por Salgado no meio da Floresta Amazônica, com suas vestimentas, adornos, armas e ferramentas tradicionais. Por meio do olhar ímpar do fotógrafo, os indígenas são retratados em toda a sua beleza, força e resistência. A etnia habita um território espalhado pela bacia dos rios Ituí, Itaquaí, Jandiatuba e adjacências, no centro da Terra Indígena Vale do Javari, extremo oeste do Amazonas (AM), região considerada como a área de maior concentração de indígenas em situação de isolamento no mundo.

Isolamento – Segundo a Portaria Conjunta Funai/Ministério da Saúde 4.094/2018, os povos indígenas isolados são aqueles que, “sob a perspectiva do Estado brasileiro, não mantêm contatos intensos e/ou constantes com a população majoritária, evitando contatos com pessoas exógenas a seu coletivo”. Já os de recente contato são aqueles que “mantêm relações de contato ocasional, intermitente ou permanente com segmentos da sociedade nacional, com reduzido conhecimento dos códigos ou incorporação dos usos e costumes da sociedade envolvente, e que conservam significativa autonomia sociocultural”.

Desde 1987, o Estado brasileiro executa uma política de não contato com os povos em situação de isolamento, em oposição às práticas de “pacificação” adotadas até então. O objetivo é respeitar a autodeterminação dos indígenas, protegendo seus territórios e sua integridade física e cultural. Quando o contato acontece, a política passa a ser de assistência à saúde e de resguardo em relação aos efeitos mais deletérios do contato com a população não-indígena.

De acordo com a Funai, ao todo há 114 registros de povos indígenas em situação de isolamento no Brasil e 20 considerados de recente contato. O Vale do Javari é ocupado hoje por seis povos em contato permanente e dois povos de recente contato, além de possuir treze registros de povos em isolamento voluntário. No caso dos korubo, há atualmente cerca de uma centena de indígenas em contato, nas aldeias que ficam no baixo rio Ituí. Outros subgrupos korubo, em população de tamanho ignorado, permanecem em isolamento voluntário, principalmente na fração oriental de seu território, onde sofrem os efeitos da invasão promovida por garimpeiros nos rios Jutaí e Jandiatuba.

SERVIÇO:

Exposição “Índios Korubo – Vale do Javari”, com fotografias de Sebastião Salgado
Visitação: a partir de 8/11, de segunda a sexta-feira, das 13h às 17h. A mostra permanece em cartaz até o dia 29 de abril de 2022.
Local: Memorial do MPF, sede da Procuradoria-Geral da República (endereço: SAF Sul, Quadra 4, Conjunto C – Brasília/DF)
Agendamento: pgr-memorialmpf@mpf.mp.br

De acordo com a Portaria PGR/MPU nº 110 de 2021, que trata sobre medidas de segurança epidemiológica em relação ao COVID-19 no MPU, para ingressar e circular nas dependências da PGR, incluindo o Memorial MPF, todos visitantes deverão apresentar o comprovante de vacinação contra a covid-19, teste RT/PCR ou antígeno negativos para covid-19 realizados nas últimas 72 horas ou diagnóstico positivo para a doença com remissão no período de até seis meses. Com isso o visitante receberá um adesivo específico autorizando sua entrada no prédio.

Orientamos que cheguem ao menos com 10min de antecedência do horário marcado para receber o adesivo comprovando a vacinação e autorizando a entrada no memorial.

Ressaltamos que essas medidas estão sendo tomadas para proporcionar maior segurança para todos com retorno das atividades presenciais.

exposicao-sebastiao-salgado-memorial-mpf